Crush – Before These Crowded Streets

0

“Crush” descreve a complexidade de sentimentos que temos quando descobrimos que estamos apaixonados por alguém e o impulso profundo que sentimos – a necessidade tanto física como emocional de nos ligarmos a essa pessoa, sermos honestos, inteiros e aceites.

Lovely lady
Let me drink you please
I won’t spill a drop, I promiss you
Lying under this spell you cast on me

Dave Matthews já terá confessado por diversas vezes que Jennifer Ashley, sua mulher há 15 anos, foi a grande inspiração para esta canção de amor belíssima, que parece corporizar a ideia que as duas almas das pessoas da canção percorreram um longo caminho de sofrimento, antes de finalmente se terem encontrado.

Dono de uma extraordinária capacidade para transpor para palavras os seus sentimentos em toda a sua complexidade e diversidade, Dave Matthews descreve o “encantamento do amor” em que estão essas duas pessoas, fazendo com que nós nos sintamos também transportados emocionalmente para esse encantamento.

Sendo certo que os trovadores franceses têm a fama de terem inventado o conceito do Amor como o conhecemos hoje em dia é Matthews que tem aqui o mérito de o elevar ao estatuto de arte.

De uma beleza simultaneamente emocionante e serena, com uma grande riqueza de ritmos e sonoridades, “Crush” é absolutamente sublime e transcende o espaço e o tempo e é para mim uma canções de amor mais bonitas que jamais foram escritas.

Texto por: EV

Share.

About Author

Grupo de fãs português

Leave A Reply